Credito Consolidado: Acabe com os multiplos creditos



Ao longo do tempo o recurso ao credito tem vindo a tornar-se cada vez mais um modo de vida. A maioria das pessoas recorre a um credito à habitação na hora de comprar casa. Muitas vezes um automovel torna-se necessário para as deslocações para o emprego, pelo que se recorre ao credito automovel. Seguidamente surgem os pequenos creditos. Seja para decorar a casa, comprar moveis, fazer obras, comprar electrodomesticos, comprar um computador, financiar um tratamento de saude ou fazer uma viagem, os creditos pessoais estão “ao virar da esquina” e prometem ajudá-lo a realizar todos estes seus projectos pessoais proporcionando-lhe a liquidez que por um motivo ou outro não dispõe no momento.

A publicidade agressiva caracteristica deste tipo de soluções financeiras transmite uma ideia de facilitismo excessivo, que aliada à ilusão da prestação praticamente irrisória leva a que muitas pessoas recorram a este tipo de solução por impulso o que por vezes conduz a situações de acumulação de creditos que quando são verdadeiramente percebidas já têm uma dimensão significativa e ameaçam o orçamento familiar.

Uma vez gerada uma situação de acumulação de creditos em que uma parte significativa do rendimento do agregado está alocado ao pagamento das prestaçoes dos mesmos, é uma questão de tempo até que estes se tornem num fardo insuportável, não só pelo sufoco financeiro mas também pelas consequências que tem a nível pessoal e familiar.

A pressão torna-se cada vez maior, deixa de se conseguir concentrar nos aspectos mais prioritários da sua vida e a sua saúde é prejudicada.

Nesta fase torna-se fundamental dar uma volta à situação e arranjar dinheiro para cumprir o pagamento das prestações dos vários creditos.

Muitas pessoas recorrem ao plafond dos seus cartões de credito ou solicitam um credito pessoal para pagar os outros creditos e acabam entrando no ciclo vicioso do credito.

Iiludidos acabam muitas vezes trocando uma solução momentanea por um futuro atribulado.

Torna-se necessário saber como lidar de forma eficaz com os varios creditos para conseguir dar a volta à situação e devolver a estabilidade ao orçamento familiar.

Deixar de cumprir o pagamento das prestações dos creditos não lhe vai resolver o problema, apenas adiá-lo. Convém também lembrar que ao incumprimento do pagamento de prestações estão associados juros, juros sobre juros e custos judiciais.

Renegociar as condições dos creditos junto das instituições que os forneceram para obter condições mais suportáveis é uma hipotese a tentar, contudo nem todas as financeiras se mostram receptivas.

Surge então o credito consolidado. O credito consolidado permite-lhe englobar todos os creditos que tem em curso num único e novo credito do qual irá resultar uma unica prestação mensal e cujo valor será sempre inferior ao valor que paga actualmente por todas as prestações dos seus creditos.

A redução dos encargos mensais é mais ou menos significativa consoante a modalidade de credito consolidado por que optar.

Existem duas modalidades de credito consolidado praticadas, uma com hipoteca e outra sem hipoteca, sendo a primeira a mais usual.

Na modalidade de credito consolidado com hipoteca, os restantes creditos sao agregados a um credito habitação, pelo que vão beneficiar de uma taxa de juro inferior e um prazo para pagamento maior, o que se traduz numa redução do valor da prestação global bastante significativo e que na maior parte dos casos ronda os 50%, podendo mesmo ir aos 70% consoante a financeira que o forneça e o perfil do proponente.

A modalidade de credito consolidado sem hipoteca é a que apresenta menos beneficios e é a mais limitada em termos de acesso.

Normalmente para pedir um credito consolidado sem hipoteca o proponente não pode ter antecedentes de incumprimento de outros creditos.

Uma vez que num credito consolidado sem hipoteca os creditos não estão agregados a um credito habitação, não beneficiam de uma taxa de juro tão reduzida e o prazo para pagamento do mesmo também será menor, o que se traduz numa redução do valor da prestação global menos significativa quando comparado com a alternativa de credito consolidado com hipoteca, e que normalmente ronda os 20% a 30%.

Se pretende ver os seus encargos com creditos reduzidos de forma significativa, o credito consolidado com hipoteca é a opção a tomar.

Antes de optar por um credito consolidado deve antes reunir várias propostas para que possa comparar as condições que as várias financeiras lhe oferecem para o credito que pretende a partir de uma base mais abrangente, pois as diferenças tendem a ser significativas.

Não se fique por uma ou duas propostas, reúna várias mesmo que as primeiras lhe pareçam bastante identicas entre elas.

Utilize a internet para consultar os sites das varias financeiras, reunir informação acerca das condições praticadas e ainda efectuar simulações. Assim poupa tempo e evita perder horas ou mesmo dias de trabalho para se deslocar a instituições financeiras que funcionam muitas vezes em horarios incompativeis com o seu.
Antes de decidir avançar com o credito consolidado deve certificar-se de que está familiarizado com esta solução de credito e de que não tem quaisquer duvidas relativamente à mesma.

Para todos aqueles que preferem um atendimento mais personalizado, as financeiras colocam ao dispor dos seus utilizadores uma linha própria para a qual podem ligar e falar com um especialista de credito consolidado que lhe ajudará com todas as dúvidas que possa ter.

Recomenda-se também que consulte opiniões junto de fontes sem interesse comercial.

Uma vez encontrada a financeira que lhe fornece o credito nas condições mais atractivas e não havendo qualquer duvida, resta apenas formalizar o pedido de aprovação do credito.

Este pedido pode ser feito online, nos sites das financeiras, através do preenchimento e envio do formulario para o efeito.

Para que o processo de aprovação seja rapido deve preencher o formulario mais completo afim de evitar contactos para pedir informação adicional.

Normalmente, após a submissão do formulario do pedido de aprovação, recebe uma resposta num prazo que pode ir de 24 horas a 2 semanas, consoante a financeira que fornece o credito.

Se o credito for aprovado, na maior parte dos casos terá os seus creditos consolidados dentro de 2 semanas.

Quando os seus creditos ja estiverem consolidados e ja estiver a beneficiar da redução dos encargos mensais sairá finalmente do sufoco financeiro.

credito consolidado

3 boas razões para pedir um Credito Consolidado



Neste artigo vamos dar-lhe a conhecer 3 boas razões para pedir um credito consolidado.

  • Redução dos Encargos Mensais
  • Se você tem actualmente vários creditos em curso e está a sentir dificuldades no cumprimento das prestações dos mesmos, ao optar por uma solução de credito consolidado vai conseguir reduzir os custos que tem actualmente com esses creditos de uma forma bastante significativa.

    De um modo geral, consegue obter reduções dos seus encargos mensais com creditos na ordem dos 30 a 70%, consoante a modalidade de credito consolidado por que optar, a financeira que o fornece e a situação em que se encontra.

    As reduções são mais substanciais na modalidade de credito consolidado com hipoteca, contudo não é necessário ter um imóvel ou credito habitação para obter um credito consolidado.

  • Organização
  • Além de uma redução significativa dos seus encargos mensais com creditos, ao optar por um credito consolidado você fica a pagar apenas uma prestação por mês a uma única instituição e em uma única data.

    Desta forma fica com as suas finanças mais organizadas, possibilitando-lhe ter um maior controlo sobre a sua dívida.

  • Qualidade de Vida
  • Ao reduzir de forma substancial os seus encargos com creditos, o credito consolidado liberta-o do sufoco financeiro em que se encontra.

    Ao optar por esta solução de credito você fica com mais dinheiro disponível todos os meses que pode utilizar para viver de uma forma mais confortavel.

    Fica também com uma maior capacidade para lidar com uma despesa que possa surgir de forma inesperada que anteriormente a optar por esta solução não tinha.

    Ao optar por um credito consolidado consegue assim reduzir as suas despesas com creditos de forma significativa, consegue organizar a sua vida financeira de modo a ter mais controlo sobre a sua dívida para que possa concentrar os seus esforços no pagamento da mesma e consegue consegue viver de uma forma mais confortavel bem como ter uma maior capacidade para lidar com despesas que possam surgir inesperadamente.

    credito consolidado

    O que ninguem lhe diz sobre o Credito Consolidado



    A facilidade no acesso ao credito e a ilusão da prestação de valor reduzido leva a que todos os dias muitas pessoas se deixem levar pelo espirito consumista e recorram ao credito de uma forma impulsiva, acabando muitas vezes por se conduzirem a uma situação de acumulação de creditos, da qual só se apercebem verdadeiramente quando o valor total das prestações dos creditos individuais começa realmente a pesar no final do mês e a ameaçar o orçamento familiar.

    É nesta altura que as pessoas começam a ponderar um credito consolidado com vista a reduzir os encargos mensais de forma significativa e poderem assim voltar a equilibrar as contas.

    O credito consolidado surge assim como uma tábua de salvação, contudo, muitas vezes a pressão para regularizar a situação é grande e muitas pessoas acabam por se percipitar na consolidação dos creditos sem antes perceberem bem todos os contornos desta solução, o que por vezes acaba por sair caro a longo prazo.

    O credito consolidado tem o seu lado positivo, sem dúvida. Qualquer pessoa com vários creditos em curso que esteja a atravessar uma situação financeira menos generosa e que pretenda reduzir os seus encargos com estes creditos reconhece o que uma redução na ordem dos 50% pode fazer ao orçamento familiar, contudo, o credito consolidado deve ser visto como a ultima alternativa a considerar, devendo antes procurar fazer uma renegociação dos seus creditos junto das financeiras que os forneceram.

    Tendo isto em conta, se de facto pretender avançar com uma solução de credito consolidado, há certos aspectos a ter em conta antes de decidir avançar para que não hajam surpresas menos agradáveis no futuro.

    O credito consolidado poder ser um mal menor quando utilizado da melhor forma e pode ajuda-lo a regularizar as suas contas, porém, quando mal utilizado pode deixa-lo numa situação muito preocupante.

    Pouco se fala no lado menos bom ou, se quisermos, nas desvantagens associadas a esta solução, todavia deve procurar entender esta informação antes de decidir avançar com a consolidação para que fique com uma ideia mais clara do que o credito consolidado de facto é.

    Praticam-se duas modalidades de credito consolidado, uma das quais engloba um credito à habitação e outra não.

    Na modalidade de credito consolidado sem hipoteca, uma vez que é um crédito sem garantia apresenta um maior risco e como tal o prazo para pagamento do mesmo será mais reduzido, havendo um menor efeito de diluição das prestações dos creditos individuais, o que se traduz numa prestação mensal superior e consequentemente uma redução dos encargos mensais menos significativa quando comparado com o credito consolidado com garantia, acabando por não compensar em alguns casos.

    Lembre-se também que ao consolidar os seus créditos, estará a contrair uma dívida maior para pagar as anteriores, ou seja, ficará a pagar os seus creditos durante mais tempo.

    Convem salientar ainda as penalizações existentes por reembolso antecipado. No credito consolidado, tal como em outros creditos, tendem a existir penalizações para os clientes que liquidem as suas dívidas antecipadamente, ou seja, visto o credito consolidado ser um credito de longa duração, para não ser penalizado terá de manter o credito até ao final do prazo, pagando uma pequena fortuna em juros.

    credito consolidado